Bolsa Família vai ter reajuste em 2021: Confira o novo valor do benefício


Publicidade


Publicidade

Recentemente o Governo Federal apresentou uma proposta de reajuste do programa Bolsa Família no ano de 2021. Segundo a proposta, o novo benefício será pago a partir do mês de novembro de 2021, logo após o término do programa Auxílio Emergencial.

Reajuste do Bolsa Família 2021               

No mês de agosto de 2021, o ministro da cidadania João Roma se reuniu com o ministro da economia Paulo Guedes para a discussão acerca do valor do reajuste do Bolsa Família no ano de 2021.

Bolsa Família

A proposta do governo é que o programa tenha um aumento de 50%, ou até mais, e que o novo valor seja implementado ainda no ano de 2021.


Publicidade


Publicidade

Segundo informações concedidas pelo próprio ministro da cidadania, o governo federal está aguardando o término da concessão do benefício do Auxílio Emergencial (está sendo pago em função da pandemia do COVID-19) para iniciar o pagamento do Bolsa Família, já com novo reajuste.

Qual será o valor do Bolsa Família 2021?

O valor que será pago pelo Governo Federal aos beneficiários do Bolsa Família prevê aumento de 50% do benefício, embora os representantes do setor aleguem que tudo dependerá da economia do país até lá.

Bolsa Família

Publicidade

Até o presente momento, o valor que vem sendo pago aos beneficiários do programa gira em média R$ 190,00 ao mês. Sendo assim, caso o governo implemente um reajuste de 50%, esse valor saltará para R$ 285,00 ao mês.

Esse reajuste vem sendo prometido há algum tempo pelo Governo Federal, e a ideia é que ele suba até o final do ano para R$ 300,00.

Qual é o objetivo do novo reajuste do programa?


Publicidade

Basicamente, o Governo Federal deseja expandir o programa Bolsa Família, que foi criado no ano de 2003 pelo então presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT). A ideia do governo atual está em repaginar o programa, inclusive colocando um novo nome: “Auxílio Brasil”.

Informações sobre como se inscrever no programa


Publicidade

Caso você seja pertencente a uma família de baixa renda, saiba que pode inscrever-se para ser beneficiário do Bolsa Família. Para isso, siga as instruções que iremos passar logo abaixo:

  • Primeiramente, você deverá ir até um centro de assistência social do seu município e realizar um cadastro no CadÚnico. Também é possível fazer cadastro nesse sistema através da aplicação Meu CadÚnico.

  • Quem for cadastrar a família para receber o benefício, deverá ter mais de 18 anos e portar os seguintes documentos na ocasião: certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, RG, carteira de trabalho, título do eleitor e registro administrativo de nascimento indígena (caso pertencente a uma comunidade indígena).

Vale destacar também que, ao fazer cadastro no CadÚnico, isso não quer dizer que a pessoa estará automaticamente apta a receber o Bolsa Família, pois primeiro a família passará por uma análise da necessidade do benefício.

Mesmo assim, é importante ter um cadastro no CadÚnico, já que é um registro que permite acesso a muitos outros programas sociais do governo. Então, é algo fundamental, principalmente aos brasileiros em situação de vulnerabilidade econômica.

Nosso conteúdo de hoje foi útil para você? Já sabia do reajuste que o Bolsa Família vai sofrer? Deixe seu feedback nos comentários!

Deixe seu comentário