Brasiliana Eletrônica



A liberdade de navegação do Amazonas

Leia a obra na íntegra

Como indica seu subtítulo – Relações entre o Império e os Estados Unidos da América - a obra aborda o papel crucial desempenhado por aquela nação no longo processo de abertura do Rio Amazonas à navegação internacional, decretado em 1866. Considerando os aspectos diplomáticos, políticos e jurídicos, e com base em farta documentação, são historiados os conflitos que a questão suscitou entre o Brasil e outras nações, capitaneadas pelos EUA.

Leia a obra na íntegra